Honrar o passado não é repetir

Sempre que questiono nas minhas publicações a forma como fomos educados, é comum seguidores saírem em defesa dos pais, muitas vezes justificando castigos, palmadas e outros recursos punitivos ou controladores para educar.

Dói acreditar que fomos educados através da dor, que quem mais amamos também nos agrediu. A intenção de tornar isso consciente não é apontar o dedo a nossos pais, eles fizeram o melhor que podiam de acordo com o nível de consciência que tinham na época.

Compreender que temos este registro dentro de nós é o que nos permite nos libertar dele.

Você pode perfeitamente honrar seus pais, aceitar a história que viveu com eles, ser grato por tudo o que você aprendeu sobre si mesmo com esta relação, mas decidir fazer diferente.

Inconscientemente, podemos resistir a romper com a forma como fomos educados porque temos medo de estar traindo nossa família, acusar quem tanto amamos, a provocar ou sentir culpa. Como queremos pertencer, não seguir os mesmos passos parece nos excluir.

Vejam que texto interessante.

👇👇👇

“A melhor honra, sem sombra de dúvidas, é o progresso, é fazer diferente, não repetir os mesmos árduos caminhos.

Bert Hellinger nos deixou um legado de ensinamentos.

O amor que cura é o mesmo amor que adoece‘.

💔 Eu sigo você, eu também faço parte!

Nos sentimos inocentes quando atuamos em consonância com o modelo do grupo familiar.

Essa dinâmica exprime toda a lealdade e amor que existe no sistema e por medo inconsciente de suplantar quem nós amamos, escolhemos mostrar nossa profunda ligação a nosso clã, repetindo. (Amor que adoece)

❤ Eu honro você e farei diferente! ‘Em sua honra, e pelo que custou a você, eu faço algo diferente.’

Reconhecer, reverenciar e agradecer pelo sacrifício. Vou honrá-lo(a) e farei diferente, não perpetuarei essa dor. A nova postura impulsiona para a vida. Logo, é possível ter êxito em fazer algo diferente, desde que permaneça o olhar respeitoso. (Amor que cura)”

(@constelandoavida.marcelo e @paolaeugenia)

🌸🌸🌸

👉 Ficou interessado em conhecer mais sobre como lidar com suas emoções? Este é o link para você se inscrever na minha newsletter e receber conteúdos exclusivos sobre o assunto.

👉 Participe do meu Canal Gratuito no Telegram para receber um resumo das minhas publicações e também áudios exclusivos com reflexões que faço sobre posts, comentários e mensagens que recebo e cursos que estou fazendo. Clique aqui para entrar no meu Canal Gratuito do Telegram.

🌸🌸🌸

Espero que este artigo tenha te ajudado a refletir.

Se você curtiu, deixe um comentário ou compartilhe este texto nas redes sociais. Dessa forma você me ajuda a difundir meu trabalho. 🤗

🌸🌸🌸

Seu filho está passando por uma fase difícil e você não sabe como oferecer apoio? Ele está apresentando algum comportamento desafiador e você não entende porque ou não sabe como lidar? Está se sentido mal por estar sem paciência e não conseguir manter a calma?

Eu ofereço atendimento individual como Consultora em Criação Consciente e posso te ajudar a construir uma relação mais empática e acolhedora com seu filho, sem que isto se torne um peso para você. Quer saber mais sobre meu atendimento? Clique aqui para entrar em contato com a Bela, minha assistente.

Cadastre-se para receber conteúdo gratuito e atualizado do Canto Maternar.

A inscrição é gratuita!