O Silencio dos Homens Documentario Canto Maternar Maíra Soares

Pai, você já disse eu te amo ao seu filho?

Pai,

Você se sente à vontade para abraçar e beijar seu filho?
Você costuma dizer a ele que o ama?
Seu pai te abraçava? Te beijava? Dizia que te amava?
Foi ensinado a você que demonstrar afeto não era coisa de menino?

Se essas perguntas mexeram com você, assista ao documentário O Silêncio dos Homens (você pode assisti-lo na íntegra pelo Youtube). Ele reúne depoimentos e reflexões sobre como uma educação machista limita a vida dos homens, provoca solidão, desconexão, apagamento das emoções, violência…

Você fala com outras pessoas sobre seus medos, desafios e vergonhas?
Você se sente escutado quando tenta se abrir? Ou se sente ridicularizado?
Você consegue ouvir um amigo quando ele te conta algo íntimo, quando fala de uma dificuldade que passou? Ou você desvia do assunto, minimiza ou faz piada dele?

A grande verdade é que não sabemos conversar em profundidade, temos muita dificuldade de dar espaço para conversas que tocam em pontos desconfortáveis, que exigem acolhimento. Não sabemos escutar nem acolher. E isso é ainda mais gritante entre os homens, porque eles foram muito mais pressionados a conter suas emoções desde cedo.

Você foi obrigado a engolir seu choro?
E hoje? O choro do seu filho te incomoda?
Você tem medo que ele seja muito sensível? Que seja feminino? Que seja fraco?

Você sente que não tem espaço para expressar suas emoções? Sofre com isso?

Quanto mais você der espaço para expressar SUAS emoções (de forma saudável), mais você será capaz de aceitar as emoções de seu filho. Mais você se sentirá à vontade para abraça-lo, beijá-lo e dizer o quanto o ama.

Permitir-se entrar em contato com sua vulnerabilidade é um ato de coragem. Abra seu coração.

Texto: Maíra Soares (@cantomaternar)

Cadastre-se para receber conteúdo gratuito e atualizado do Canto Maternar.

A inscrição é gratuita!