Como lidar com as emoções dos filhos na quarentena?

– Como assim você não quer passear?
– Não quero!
Vai ser bom pra você, já estamos prontos pra sair. Vamos lá!!
– Não quero mais falar com você!

Depois de muita insistência do pai, ela se joga na cama de bruços tapando os ouvidos. Aborrecido, ele sai do quarto emburrado. Ela me diz que quer “dormir” um pouco comigo. É quase meio-dia e, por conta do calor, é o melhor horário para passear aqui na Espanha. Mas ela não quer saber, hoje ela quer decidir e está irredutível.

Tento argumentar, porque sei que o passeio pode lhe fazer bem (e a todos nós). Mas não tem jeito, ela resiste. Decido acatar, percebo que se sente contrariada, afinal são mais de 2 meses sem ver os amigos e familiares, com regras novas que ela não tem como questionar. A vida mudou muito e ela nem é de reclamar, mas de vez em quando explode e não consegue se conter.

Isso também acontece com você, não? Imagina como é para nossos filhos, que são pequenos e não tem tanta capacidade de elaborar o que sentem.

Deitamos juntas, abraçadinhas. “Dormimos” um pouco e puxo conversa.

– Filha, tá chato ficar tanto tempo dentro de casa, né?
– Sim!
– Você tá um pouco irritada, ontem eu fiquei irritada, hoje o papai também tá irritado. É difícil a gente ficar bem quando tá se sentindo meio preso, né?
– Sim! Mas eu tô triste porque o papai não me entende.
– Eu sei, e você queria que ele te entendesse, né? E ele queria que você passeasse, né? Às vezes cada um quer uma coisa diferente e fica difícil chegar num acordo, aí ficamos irritados, já reparou? Nessas horas temos que cuidar pra não falar de um jeito ruim, né?
(…)
– Você tá com saudade dos seus amigos?
– Sim!
De quem você tem saudade?
– Da Sira!
É mesmo, e o que você faria com ela agora se pudesse vê-la?
Eu ia mostrar o desenho que fiz pra ela.
– E se a gente ligasse pra ela agora, quer?
– Sim!

Tem dias que não estamos bem e nossos filhos também não.

Eles acabam se comportando de forma desafiadora e temos um motivo para fechar a cara. Nossa criança interior fica louca pra apontar o dedo para alguém, porque é como estamos acostumados a lidar com nosso incômodo. Na noite anterior, eu que tinha me sentido contrariada pela Nara e não consegui ler historinha pra ela. Tive meu ataque de birra e só queria saber de ficar no meu canto. Eu sei que não é o melhor a ser feito, mas foi o que dei conta. Deixei que o pai assumisse a leitura e para que eu pudesse acolher minha raiva. No dia seguinte eu estava melhor e foi mais fácil ver que ela estava querendo se sentir conectada (mesmo recusando o passeio).

Quando a criança se sente mal, pode se comportar de forma desafiadora. Ela está precisando de algo, mas não sabe como pedir.

Você tem sido capaz de escutar seus filhos?

Texto: Maíra Soares

Seu filho está mais sensível por conta da quarentena?

Seu filho tem ficado muito irritado, chorado mais, anda mais grudento e pedindo mais atenção que o costume desde que o isolamento social começou?

Eu gravei um vídeo para o meu canal do youtube sobre Como Lidar com as Emoções de nossos filhos durante a quarentena. Assista para ter ideias de como apoiá-lo nesta fase tão desafiadora para todos nós.

🌸🌸🌸

Seu filho está passando por uma fase difícil e você não sabe como oferecer apoio? Ele está apresentando algum comportamento desafiador e você não entende porque ou não sabe como lidar? Está se sentido mal por estar sem paciência e não conseguir manter a calma?

Eu ofereço atendimento individual como Consultora em Criação Consciente e posso te ajudar a construir uma relação mais empática e acolhedora com seu filho, sem que isto se torne um peso para você. Quer saber mais sobre meu atendimento? Clique aqui para entrar em contato com a minha assistente.

🌸🌸🌸

👉 Ficou interessado em conhecer mais sobre como lidar com suas emoções? Este é o link para você se inscrever na minha newsletter e receber conteúdos exclusivos sobre o assunto.

👉 Participe do meu Canal Gratuito no Telegram para receber um resumo das minhas publicações e também áudios exclusivos com reflexões que faço sobre posts, comentários e mensagens que recebo e cursos que estou fazendo. Clique aqui para entrar no meu Canal Gratuito do Telegram.

Cadastre-se para receber conteúdo gratuito e atualizado do Canto Maternar.

A inscrição é gratuita!