Sobre Maíra Soares

Maíra Soares

Criadora do Canto Maternar

contato@cantomaternar.com

SOBRE MIM

Meu nome é Maíra Soares e sou Consultora em Criação e Comunicação Consciente e Educadora Parental. Sou paulistana, mãe da Nara, que nasceu em fevereiro de 2015, e moro na Espanha desde 2011. A maternidade tem sido um grande portal de crescimento e transformação pessoal para mim. As mudanças que tem acontecido na minha vida tem me ensinado tanto que decidi criar o Canto Maternar, um espaço que divulga informação sobre Maternidade, Criação Consciente e Autoeducação e tudo o que pode auxiliar pais e mães na busca de conhecimento para educarem os filhos com mais amorosidade.

Meu desejo é ajudar mães e pais a se autoeducarem para que possam educar de forma mais leve e amorosa. Para que possam criar seus filhos com mais conexão, empatia, respeito e escuta. Para que possam romper padrões antigos de educação que não queiram seguir, sem cair no autoritarismo ou na permissividade. Para que possam confiar mais em si mesmos e em seus filhos, permitindo que eles sejam quem vieram a ser e que recebam o verdadeiro amor incondicional.

Também sou criadora, ao lado da Clarissa Yakiara, do Podcast Tenda Materna, que fala de Maternidade e Autoeducação.

Aqui você encontrará textos, vídeos, podcasts e indicações de cursos que irão te apoiar nessa caminhada da autoeducação, tão importante para educar nossos filhos. Tudo isso com muito acolhimento e amorosidade com sua história de vida, livre de culpas e exigências por perfeccionismo.

Saiba mais sobre mim clicando aqui.

POSTS RECENTES

Enquanto você não fizer as pazes com seu passado e continuar esperando que sua mãe (ou seu pai) seja uma mãe ideal, você vai ficar se cobrando ser a mãe ideal. E você sabe que é esgotador, porque essa busca só te mostra que, não importa o que você faça, nunca será bom o suficiente. […]

Demorou muito tempo para eu entender que ser uma mãe consciente não significava que eu deixaria de sentir vontade de gritar com minha filha. Não tenho como apagar meu passado e deixar de ser acionada pelos gatilhos que minha feridas me provocam. E está tudo bem. Ter vontade de gritar não me faz uma pessoa […]

– Mamãe, você não pode falar assim comigo! – Eu sei, filha, mas olha como você falou comigo! (me justifico, ainda no calor da minha raiva e com tom de brava) – Mamãe, mesmo que eu fale mal com você, você não pode falar mal comigo, não é certo. Respiro fundo. Minha filha, aos 5 […]

Nossos filhos são nossos mestres. Eles nos dão a oportunidade de nos conhecermos melhor e de crescermos com eles enquanto os educamos.